O que é Netflix e como ela funciona?

By -

Conhece algum serviço para locação de filmes online? Se sim, imagino que já tenha ouvido falar do famoso Netflix, que atualmente é o melhor serviço de Videos on Demand da internet com a mais vasta biblioteca de conteúdo dentre os concorrentes, um preço acessível e velocidade. Guarde esse nome, em breve eles vão chegar no Brasil e estão dispostos a investir bastante no mercado nacional.

Breve história

Criado nos EUA em 1997 por dois empreendedores americanos, o Netflix surgiu com a ira de um de seus criadores após ter que pagar aproximadamente 40 dólares de multa por conta do atraso na entrega da locação de uma fita VHS. A idéia era simples, mas inovadora: Uma locadora onde o cliente poderia ficar quanto tempo quisesse com o filme e sem uma loja física para recebê-los, todo o processo era feito pelos correios e pela internet. O sucesso foi instantâneo e logo atraiu investidores querendo depositar alguns milhões de dólares nos caixas da empresa. O crescimento foi tamanho que em 2005 a empresa enviava em média 1 milhão de DVDs por dia pelos correios e possuía entre 4 e 5 milhões de assinantes.

Esse modelo de negócios fez tanto sucesso em território americano que logo foi copiado por várias outras empresas ao redor do mundo, como por exemplo pela NetMovies aqui no Brasil. Mas não foi para comentar sobre esse tipo de serviço que criei o tópico. Como vocês devem saber, o grande foco do Netflix hoje gira em torno dos Videos on Demand.

Tudo pela Web

E foi em meados de 2007 que eles tiveram a idéia de liberar parte de seu conteúdo para que os clientes pudessem assistir filmes e seriados pela internet, tudo por streaming e de forma instantânea. Mais uma vez uma revolução no mercado, não demorou muito tempo até que o interesse dos assinantes migrasse totalmente para o serviço feito pela web. Atualmente o Netflix possui aproximadamente 24 milhões de assinantes e é responsável por cerca de 25% do fluxo de dados pela internet nos EUA com seu serviço de videos sob demanda.

Inicialmente era permitido que o conteúdo fosse visto apenas por computadores, mas atualmente é possível que a rede seja acessada por vários aparelhos diferentes como TVs, videogames, tablets, celulares, media centers, DVDs&Blurays ou Set-top Boxes específicos. A qualidade depende da conexão do usuário, mas os donos do serviço garantem que com uma conexão de 5mbps é possível assistir os filmes em 720p e com som surround sem maiores problemas. Graças a parcerias milionárias com várias distribuidoras diferentes, o acervo do Netflix é sensacional e possui várias séries completas(como Lost, por exemplo), muitos filmes(os principais lançamentos e até mesmo alguns mais destaques do cinema independente), documentários e até mesmo desenhos para divertir a garotada(como Bob Esponja). Infelizmente não encontrei séries da HBO por lá, como Band of Brothers e Game of Thrones.

A assinatura mensal do serviço custa 8 dólares e oferece acesso ilimitado a todo esse conteúdo a qualquer hora do dia. Por enquanto, a assinatura é restrita a moradores dos EUA e Canadá, mas já foi confirmado que a Netflix vai lançar sua rede no Brasil no próximo mês.

E no Brasil, como vai ser?

Já existiam boatos de que o pessoal do Netflix tinha planos de expandir seus serviços pelo mundo e que os primeiros países a receber a marca seriam os da América Latina, incluindo o Brasil, mas eles foram confirmados com o registro de operações em nome da empresa na Junta Comercial de São Paulo em meados de Abril e com o pronunciamento da LG afirmando que os serviços do Netflix chegariam junto com sua nova linha de TVs em Julho e que elas seriam os primeiros aparelhos do mercado nacional a suportarem a locadora de filmes online sob demanda americana.

Não foram revelados mais detalhes de como vai ser o serviço no Brasil, mas espera-se que a assinatura de 8 dólares mensais seja mantida e que seja feita uma localização em boa parte do conteúdo. O que me impressionou foi descobrir que os executivos da empresa já negociam com algumas emissoras da América Latina para oferecer conteúdo próprio na rede, no caso do Brasil essas negociações giram em torno da Globo e suas novelas.

Só nos resta aguardar para saber o que eles planejam trazer para o público brasileiro, mas é importante ressaltar que o cadastro no serviço já foi liberado para Brasileiros pelos aparelhos que ofereçam suporte ao serviço.

Mini-Review sobre o serviço

Aproveitando essa abertura para Brasileiros eu decidi me cadastrar e testar o serviço pelo meu Playstation 3. Por enquanto o acesso a brasileiros não é permitido, mas nada que um VPN ou proxy americanos não resolvam. Sempre que uma nova conta é criada eles oferecem 1 mês gratuitamente para testes, mas se o serviço continuar custando 8 dólares no Brasil eu acredito que vou manter a assinatura. Esse tipo de serviço ainda não é muito bem aceito pelo brasileiro, de forma geral, mas já existem algumas empresas com serviços desse tipo por aqui como o próprio NetMovies, o Terra TV e as próprias empresas de TV por assinatura que possuem filmes sob demanda.

Como citei no tópico, a biblioteca de conteúdo deles é muito boa e contém todos os tipos de filmes, seriados e desenhos para divertir qualquer tipo de público. Já faz algum tempo que vejo a assinatura de uma TV por assinatura algo dispensável graças a internet e a facilidade de downloads, mas isso se tornou ainda mais claro depois que tive a chance de experimentar a Netflix. Tudo é muito rápido, se você deseja assistir “Iron Man” o filme vai estar pronto para ser visto em menos de 1 minuto com boa qualidade e sem slowdowns. Seus primos pequenos foram pra sua casa e estão entediados? Não seja por isso, lá você vai encontrar muitos desenhos para entretê-los facilmente.

Quanto a conexão eu não tive problemas, mas também não consegui assistir filmes em HD com som surround. Minha internet é de 10Mb da GVT e no geral obtive uma qualidade próxima a dos filmes em DVD com upscaling, mas teve alguns poucos filmes que ficaram bem ruins, provavelmente por conta da conexão que não está muito boa. Espero que com o lançamento do serviço no Brasil eles resolvam esse problema e ofereçam alguns servidores locais para brasileiros, o que deve resolver esse problema. Recomendo e muito o serviço, mas chega de palavras. Fiz uma video-análise para vocês, leitores do NerdBit, assistam.

 

Nascido em Brasilia 22 anos atrás, estudante de Engenharia de Software na Universidade de Brasilia e apaixonado por tecnologia, videogames e viagens. Já me disseram que sou um cara meio estranho.

Leave a Reply